Foto: Divulgação

Detalhes expressivos da arquitetura do prédio integrado à natureza e a decoração que o tornaram um marco único na junção de modernidade com os elementos amazônicos compõem a exposição “Manauara: Além do Olhar”, que celebra os 12 anos de existência do Manauara Shopping. No período de 07 a 18 de abril, os visitantes conhecerão 12 curiosidades que estão presentes no dia a dia de milhares de amazonenses.

Inaugurado em abril de 2009, o Manauara Shopping tem sua temática inspirada na fauna, na flora e na cultura da Amazônia, representados em grafismos, decoração, mobiliários, pisos, forros e luminárias que possuem acabamento com cores e materiais do artesanato local. O “Encontro das Águas” dos rios Negro e Solimões, uma das maiores atrações turísticas de Manaus, inspirou o logotipo do empreendimento e está representado na cobertura do edifício.

A exposição ainda homenageia três artistas amazonenses que contribuíram para a história do shopping com obras permanentemente em exposição: Aníbal Turenko Beça, Antônio Evanildo da Costa Pereira, conhecido no mundo das artes plásticas como Van Pereira (in memoriam) e Zeca Nazaré. Juntos eles povoaram o Manauara Shopping com os simbolos da região, cheios de beleza e imaginação.

A participação de Turenko Beça no projeto de inauguração do shopping aconteceu de forma inesperada. Os arquitetos fizeram o convite após conhecerem alguns trabalhos dele no centro da cidade de Manaus. “O convite do Manauara Shopping representou um avanço significativo para quem trabalha com a economia criativa no segmento das artes na região Norte do Brasil, local onde as oportunidades são escassas”, destacou o artista.

Turenko, além de ser o autor do tucano de 11 metros de envergadura e uma tonelada e meia de aço, é o artista que presenteou o aniversariante com uma obra pelos 12 anos. Ele criou uma peça exclusiva, que reúne todos os elementos em destaque na exposição Manauara: Além do Olhar”. A composição tem o toque e a essência amazônica.

 

Curiosidades

As luminárias da praça de alimentação são oriundas da comunidade Baniwa. As peças feitas pelos indígenas remetem a ancestralidade que corre na veia dos amazonenses e que desperta nos turistas o interesse sobre a cultura e costumes dos habitantes do Amazonas.

Um verdadeiro zoológico de bichos amazônicos está disposto pelos corredores. Artesãos do município de Novo Airão esculpiram em restos de madeira quatro espécies típicas: jabuti, preguiça, tamanduá e macaco. Cada peça possui entre 150 e 200 quilos, medindo um metro de comprimento.

Os barcos e canoas regionais dispostos numa das entradas do shopping valorizam o principal meio de locomoção dos amazonenses. As longas distâncias são percorridas pelas hidrovias por onde circulam passageiros e cargas, essenciais para a manutenção da vida. Artistas plásticos e ajudantes, no município de Manacapuru/AM, confeccionaram as peças que alegram as crianças e causam nostalgia nos adultos.

Alumínio tubular, molde, soldas e lona vinílica foram as matérias-primas empregadas para desenvolver a obra “Pescaria no Lago do Sucuriju”, que homenageia o ofício de boa parte da população ribeirinha: o de pescador.

Os visitantes poderão visitar a exposição disposta na praça em frente à loja Ramsons ou nas redes sociais do Manauara Shopping: facebook.com/manauarashop/, instagram.com/manauarashop/.

 

Sobre o Manauara Shopping

Inaugurado em abril de 2009, o Manauara Shopping tem sua temática inspirada na fauna, na flora e na cultura da Amazônia, representados em grafismos, decoração, mobiliários, pisos, forros e luminárias que possuem acabamento com cores e materiais do artesanato local. O “Encontro das Águas” dos rios Negro e Solimões, uma das maiores atrações turísticas de Manaus, inspirou o logo.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Manauara Shopping

Foto: Divulgação